2 - O RENASCIMENTO DA ARTE: RENASCENÇA E BARROCO

A Renascença: O começo da pintura moderna
 
 
A Criação de Adão - Michelangelo 
 


O Maneirismo: Renascença tardia

 
 
"A Última Ceia", Tintoretto 1594


Barroco: A Era do Ornamento

 
 
"O Êxtase de Santa Terezinha", Bernini - 1645 - 52


Rococó: Decoração de interiores

 
"Galeria dos Espelhos", Versalhes 


 
 
 
A Idade Média é assim chamada porque se situou entre dois picos de glória artística: o período clássico e o Renascimento. Posto que a arte ainda vivia na Idade Média, o que renasceu no Renascimento - e se estendeu pelo período barroco - foi a arte parecida com a vida. A passagem do interesse pelo sobrenatural para o natural provocou essa mudança. A redescoberta da tradição greco-romana ajudou os artistas a reproduzirem acuradamente as imagens visuais. A expansão do conhecimento científico, com a maior compreensão da anatomia e da perspectiva, possibilitou aos pintores dos séculos XV e XVI superarem as técnicas da Grécia e de Roma.
 
No período barroco dos séculos XVII e XVIII, a reverência pelo Classicismo persistiu, mas esses dois séculos produziram uma aceleração inédita. Governados por monarcas absolutistas, as recém - unificadas nações produziram artes teatrais e arquitetônicas de dimensões sem precedentes, destinadas a arrebatar os sentidos e as emoções.
 
                                                                                                                                                                           Valéria Sva Araújo - Arte - Educadora - Ensino Médio 
 
                                                                                                        Fonte: Arte Comentada - Carol Stricklad